Outdoor Painel Rodoviário Campanhas Contato
  Área de Atuação Locais Disponíveis Cartazes Exibidos Fale Conosco
  Tabela de Preços   Pacotes Comerciais Localização
  Relação de locais   Utilidade Pública (19 ) 3896-1524
           

     

Circuito das Águas Paulista
Circuito das Flores
Grande São Paulo
Litoral Norte 
 
     

     



Embú das Artes





Região:Grande São Paulo
Cidade
:Embú das Artes

Dados:
População: 261.781 habitantes
Área: 70.398 KM²
Gentílico: Embuense

Indicadores:
IDH(2010): 0,735
PIB per Capita(2012): R$ 23.116,81

Fonte: IBGE / 2015


  HISTÓRICO:
Situada em terras de uma fazenda que pertencera a Fernão Dias Paes Leme, o povoado inicial de Embu das Artes só começou a se desenvolver a partir do século XVII.
Em 1624, Fernão Dias e sua mulher Catarina Camacho, grandes proprietários da região, doaram à igreja uma quadra de terras para construção da Capela de Nossa Senhora do Rosário, iniciada em 1628, pelo Padre Belchior de Pontes que transferiu para suas proximidades a aldeia de M'Boy.
Contou, nessa época com o importante impulso oferecido pelo cultivo do algodão em grande escala, cuja produção manufaturada costumava ser enviada para grandes centros como Rio de Janeiro e Bahia. No entanto, seu prestígio junto à corte portuguesa perdeu forças em meados do século XVIII, com a expulsão dos jesuítas.
Nesse período de declínio, a vida do lugarejo passou a girar em torno de uma pequena atividade agrícola e da exploração de lenha e de carvão. O início de seu desenvolvimento administrativo foi marcado pela criação da freguesia, em 19 de julho de 1869, pertencente ao município de São Paulo, quando possuía a denominação de Nossa Senhora do Rosário de M'Boi.
Suas terras, no entanto, eram impróprias para a cafeicultura, principal atividade econômica da época. Assim, Embu das Artes entrou noutro período de retração que durou até meados do século XX, quando a capela e convento foram tombados pelo estado que procedeu às devidas restaurações. À partir disso, a comunidade local, liderada por Annis Neme Bassith, começou a desenvolver as atividades artísticas, explorando o turismo como fonte de renda do município.